The Terpene Series: Myrcene // A série Terpenos: Mirceno

in StemSociallast month

In a little more detail on the topic that I recently started, I will now address one of the most traditional and common terpenes in cannabis. The Myrcene. An aromatic compound found not only in the beloved herb but also in mango, hops, basil and various other plants.


Source

Myrcene, although volatile and easily oxidized, is one of the predominant aromas/odors in many cannabis flowers. Thanks to this "monoterpene" the benefits of cannabis have a faster and more efficient absorption and effect, it is a conductor of cannabinoids. In fact, this is where the famous term "entourage effect" comes from. Which is nothing more than the combination of all the cannabinoids and terpenoids in the herb acting together and giving its benefits (unlike the extracted version).

Among the countless benefits of Mirceno for health, I can highlight: its bactericidal and anti-inflammatory power, its propensity to improve sleep, reduction of muscle spasms, muscle relaxant and inhibitor of gastric ulcers. Myrcene is richly present in some specific herb genetics, such as the classics: Sour Diesel, Blue Dream, White Widow and Special kush. But every grower already knows that terpenes vary a lot, as they depend on the climate, environment, light, nutrients and curing time.


Source

Of course, a freshly rolled cigarette from a flower with a high level of myrcene will be very well used, even in the famous "cold drag", but it doesn't compare to the most correct method of absorption of these aromatic compounds: vaporization. In vaporization there is no degradation of terpenes caused by too high heat and you fully absorb their aromatic and medicinal benefits. The temperature from 150°C to 210°C usually covers the entire range of needs for absorption of cannabinoids and terpenoids. Myrcene is one of the first terpenes to boil (at 168°C), so be careful with the temperature.

Technology and research advances in the cannabis world are booming and we will certainly have greater access to isolated terpenes in the future, perhaps even for consumption as a supplement. While it is possible to flavor a flower with an "external" terpene, we all know how satisfying it is to smell the flower you are growing and get drunk with the rich and detailed terpenes of these amazing flowers.


Source

Curiosities:

  • There are some rumors that the consumption of myrcene (whether through cannabis or a mango fruit, for example) may increase the permeability of the blood-brain barrier, and this makes cannabinoids have greater action in the brain thanks to this "opening" . However, there are not enough studies to officially prove this. But that doesn't necessarily mean "it doesn't work."

  • Lemongrass is one of the most famous and richest herbal medicines that contains myrcene, and has been used as an anxiolytic for thousands of years, myrcene is currently being studied more strongly to understand this relaxing and anxiolytic effect.


Source

Search sources:
1, 2, 3,

Thomas Helon Blum

divider_plant.jpg

PORTUGUÊS

Detalhando um pouco mais o tema que iniciei recentemente, vou abordar agora um dos mais tradicionais e comuns terpenos existentes na cannabis. O Mirceno. Um composto aromático existente não só na querida erva mas também na manga, no lúpulo, no manjericão e em outras várias plantas.


Source

O Mirceno, ainda que volátil e facilmente oxidável é um dos aromas/odores predominante em muitas das flores de cannabis. Graças a esse "monoterpeno" os benefícios da cannabis tem uma absorção e efeito mais rápida e eficiente, ele é condutor dos canabinóides. Inclusive é daqui que vem o famoso termo "entourage effect" ou "Efeito comitiva". Que nada mais é do que a combinação de todos os canabinoides e terpenoides da erva agindo junto e dando seus benefícios (diferente da versão extraída).

Dentre os inúmeros benefícios do Mirceno para a saúde, posso destacar: seu poder bactericida, antiinflamatório, sua propensão para melhorar o sono, redução de espasmos musculares, relaxante muscular e inibidor de úlceras gástricas. O mirceno é ricamente presente em algumas genéticas específicas da erva, como por exemplo nas clássicas: Sour Diesel, Blue Dream, White Widow e Special kush. Mas todo cultivador já sabe que os terpenos variam muito, pois dependem do clima, do ambiente, da luz, nutrientes e do tempo de cura.


Source

É claro que um cigarro recém enrolado de uma flor com alto nível de mirceno será muito bem aproveitada, inclusive na famosa "tragada fria", mas não se compara ao método mais correto de absorção desses compostos aromáticos: a vaporização. Na vaporização não se tem degradação dos terpenos causadas pelo calor alto demais e você absorve completamente seus benefícios aromáticos e medicinais. A temperatura de 150°C à 210°C costuma abranger toda a gama de necessidades para absorção dos canabinoides e terpenoides. O mirceno é um dos primeiros terpenos a sofrer ebulição (à 168°C), então cuidado com a temperatura.

A tecnologia e os avanços de pesquisa no mundo da cannabis estão em plena expansão e certamente teremos um maior acesso aos terpenos isolados futuramente, quem sabe até mesmo para consumo como suplementação. Ainda que seja possível aromatizar uma flor com um terpeno "externo", todos sabemos quão gratificante é cheirar a flor que se está cultivando e embriagar-se com os terpenos ricos e detalhados dessas incríveis flores.


Source

Curiosidades:

  • Existem alguns rumores de que o consumo de mirceno (seja através da cannabis ou de uma fruta manga, por exemplo) pode aumentar a permeabilidade da barreira hematoencefálica, e isso faz com que os cannabinoides tenham maior ação no cérebro graças a essa "abertura". Porém não existem estudos suficientes para comprovar isso oficialmente. Mas isso não quer dizer necessariamente que "não funciona".

  • O capim-limão é um dos mais famosos e ricos fitoterápicos que contém mirceno, e é utilizado como ansiolítico há milhares de anos, atualmente o mirceno bem sendo estudado mais fortemente para compreender-se esse efeito relaxante e ansiolítico.


Source

Fontes de pesquisa:
1, 2, 3,

Thomas Helon Blum

Sort:  

Thanks for your contribution to the STEMsocial community. Feel free to join us on discord to get to know the rest of us!

Please consider supporting our funding proposal, approving our witness (@stem.witness) or delegating to the @stemsocial account (for some ROI).

Please consider using the STEMsocial app app and including @stemsocial as a beneficiary to get a stronger support.