Neurotransmitters: An Introduction // Neurotransmissores: Uma introdução

in StemSocial8 months ago

Since my immersion in this science that I love to study so much, I decided to deepen a little more my basic knowledge about neurotransmitters and consecutively pass it on to you, because this is not only a great method of fixation but also a way to disseminate and expand knowledge. for population groups that until then did not have this information. Neurotransmitters are an underlying topic, poorly understood and little explored by common sense, often confused with hormones and rarely taken seriously although some, such as serotonin and dopamine, have gained great general fame in recent years. So, before I dissect them one by one, I will need to do this introductory post to explain what neurotransmitters are.

https://www.thoughtco.com/thmb/Htmeu9-0BgxfKoTc6KtDCtqAd_o=/3580x3580/smart/filters:no_upscale()/synapse-103018523-59c7f273054ad9001175c403.jpg
Source

In a simplified way, it can be said that neurotransmitters are chemical compounds secreted by our neurons, neurons in turn are cells of the nervous system, which transmit information to all parts of the body. Neurons can be thought of as the communication system and neurotransmitters as the chemical/electrical impulses that carry information to the synapse, thus transmitting the signal. Naturally, this system is extremely complex and full of details that would make this article too dense for a first approach, so I'm trying to make it lighter and more understandable. These neurotransmitters act in different parts of the body and brain and through specific communicators, each with its own function and efficiency. And so far there are more or less 60 different neurotransmitters cataloged that are in different categories, among them: Amines, Amino Acids and Peptides. In terms of communication of these cells using neurotransmitters, they are classified as: Excitatory, Inhibitory or Modulatory.

As I study the topic, I intend to address the following neurotransmitters in detail:

Dopamine
Serotonin
Acetylcholine
noradrenaline
glutamate
aspartate
glycine
Gamma-aminobutyric acid (GABA)
substance P
neurotensin
opioids
histamine
Orexigenic and anorectic


Source

Some of these have a greater visibility, are more recognized and more "perceived", others not so much, but they act with incredible balance for the functional mental and physical state of man. And in general it can be said that the balanced state of neurotransmitters depends on numerous factors, environmental and genetic. Some people are born with certain polymorphisms (multiple genetic mutations) that affect their functioning in terms of neurotransmitters, and sometimes they need special care as with supplements, others are just undermined by long-standing bad habits and neglect of health in a way general. But it is not just internal factors that dictate the rules about the productivity and efficiency of neurotransmitters, crisis situations such as a traumatic experience can strongly deregulate neurotransmitters, generating uncontrolled excitatory responses or even advanced states of depression, that is, maintaining a balance in this chemistry. complex requires a prophylactic life, and even then it can be subject to harmful obstacles, which must be treated as soon as possible to avoid negative synapse.


Source

Thanks for reading and attention. Soon I will start detailing these neurotransmitters, one by one in a didactic way.

Study sources for this article: 1 2 and 3

Thômas Helon Blum

separador_de_texto_1.png

Português

Dado meu mergulho nessa ciência que amo tanto estudar, resolvi aprofundar um pouco mais meu conhecimento básico sobre os neurotransmissores e consecutivamente repassá-lo para vocês, por que isso não só é um ótimo método de fixação como também um jeito de divulgar e expandir o conhecimento para camadas populacionais que até então não tinham essa informação. Os neurotransmissores são um tema subentendido, mal compreendido e pouco explorados pelo senso comum, muitas vezes confundidos com hormônios e raramente levados a sério ainda que alguns, como a serotonina e a dopamina ganharam grande fama geral nos últimos anos. Então, antes de dissecar um a um, eu precisarei fazer esse post introdutório para explicar o que são os neurotransmissores.

https://www.thoughtco.com/thmb/Htmeu9-0BgxfKoTc6KtDCtqAd_o=/3580x3580/smart/filters:no_upscale()/synapse-103018523-59c7f273054ad9001175c403.jpg
Source

De uma forma simplificada, pode se dizer que os neurotransmissores são compostos químicos secretados pelos nossos neurônios, os neurônios por sua vez são células do sistema nervoso, que transmitem informação para todas as partes do corpo. Pode se pensar os neurônios como o sistema de comunicação e os neurotransmissores como os impulsos químicos/elétricos que levam a informação a sinapse, transmitindo assim o sinal. Naturalmente que esse sistema é extremamente complexo e repleto de detalhes que tornariam esse artigo muito denso para uma primeira abordagem, então estou tentando deixá-lo mais leve e compreensível. Esses neurotransmissores agem em diferentes partes do corpo e do cérebro e através de comunicadores específicos, cada qual com sua função e eficiência. E até dado momento existem catalogados mais ou menos 60 neurotransmissores diferentes que estão em diferentes categorias, entre elas: Aminas, Aminoácidos e Peptídeos. Em termos de comunicação dessas células utilizando os neurotransmissores, elas são classificadas em: Excitatória, Inibitória ou Modulatória.

Conforme eu estudar o tema, pretendo abordar com detalhes os seguintes neurotransissores:

Dopamina
Serotonina
Acetilcolina
Noradrenalina
Glutamato
Aspartato
Glicina
Ácido gama-aminobutírico (GABA)
Substância P
Neurotensina
Opioides
Histamina
Orexígenos e anorexígenos


Source

Alguns destes tem uma maior visibilidade, são mais reconhecidos e mais "percebidos", outros nem tanto, mas atuam com incrível equilíbrio para o funcional estado mental e físico do homem. E de forma geral pode se dizer que o estado equilibrado dos neurotransmissores depende de inúmeros fatores, ambientais e genéticos. Algumas pessoas nascem com certos polimorfismos (mutações genéticas múltiplas) que afetam seu funcionamento em termos de neurotransmissores, e as vezes precisam de um cuidado especial como nas suplementações, outras estão apenas minadas por hábitos ruins de longa data e negligência para com a saúde de forma geral. Mas não são apenas fatores internos que ditam as regras sobre a produtividade e eficiência dos neurotransmissores, situações de crise como uma experiência traumática pode desregular fortemente os neurotransmissores, gerando respostas excitatórias descontroladas ou mesmo estados avançados de depressão, ou seja, manter um equilíbrio nessa química complexa exige uma vida profilática, e ainda assim pode se estar sujeito a empecilhos nocivos, que devem ser tratados o mais rápido possível para evitar a sinapse negativa.


Source

Obrigado pela leitura e atenção. Em breve inicio o detalhamento sobre esses neurotransmissores, um a um de uma forma didática.

Fontes do estudo para esse artigo: 1 2 e 3

Thômas Helon Blum

Sort:  

Thanks for your contribution to the STEMsocial community. Feel free to join us on discord to get to know the rest of us!

Please consider delegating to the @stemsocial account (85% of the curation rewards are returned).

You may also include @stemsocial as a beneficiary of the rewards of this post to get a stronger support.